Plano de Marketing Digital

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Outro dia, conversando com um cliente, durante um processo de pré-vendas de um projeto de Marketing Digital, identifiquei que era necessário fazer um planejamento de marketing para que o projeto fosse executado com sucesso.

Claro que a primeira tentativa de quem está financiando o projeto é a de proteger o orçamento, pular etapas e ir direto à execução, então veio aquela clássica pergunta:

Não podemos pular essa etapa do planejamento e fazer logo o site e o marketing da nossa empresa?

Nuvem de marketing

Bem, em uma comparação esdrúxula eu poderia dizer que seria a mesma ideia de tentar fazer uma casa ou um prédio sem o projeto civil, elétrico e hidráulico e a consequência mais óbvia é que no início do trabalho não se teria a visão do final. Também não seria possível mensurar quanto de mão-de-obra, material e tempo seria necessário. Nestas condições, o desfecho natural seria: ou o abandono da obra no meio do caminho ou um projeto longo, caro e que talvez, não saísse de acordo com as expectativas do contratante.

Neste caso específico, do meu cliente, preferi então entrar no jogo e disse que talvez poderíamos pular o planejamento e ir direto para a execução, desde que ele me respondesse algumas perguntas:

1-      Qual é o seu negócio, qual problema ele resolve e qual o diferencial dele?

2-      Quem é o seu cliente? (perfil, localização, características, renda, interesses, etc);

3-      Qual o custo fixo de sua empresa e qual o ponto de equilíbrio dela?

4-      Qual a margem de contribuição do seu produto?

5-      Quantas vendas você precisa fazer por mês?

6-      Qual a sua taxa de fechamento?

7-      Qual o seu ciclo médio de vendas?

8-      Quantos “leads” novos você precisa ter para bater suas metas de vendas?

9-      Para quantas pessoas você deve apresentar sua empresa por mês (visitantes) para gerar os “leads” necessários para alcançar suas metas?

10-   Qual a sua taxa de conversão de visitantes para “leads”?

11-   Onde você encontrará o fluxo mais adequado de visitantes para o seu negócio?

12-   Que tipo de mídia ou ação de marketing você utiliza para captar visitantes para a sua empresa (eventos, panfletagem, porta a porta, ligações, revistas, tv, rádio, internet);

13-   Quanto custa um visitante na sua empresa?

14-   Quanto custa um “lead”?

15-   Quanto custa participar de um negócio?

16-   Quanto custa fechar um negócio?

17-   Qual é a proposta de valor de sua empresa?

18-   Quem são seus principais concorrentes e quais são os pontos fortes e fracos deles?

19-   Por que um cliente deve fechar com sua empresa e não com o seu concorrente?

20-   Qual é a estratégia de relacionamento de sua empresa?

Assim sendo, eu continuei: então, com base nestas respostas, você deverá montar um plano de ação de marketing digital composto de algumas peças:

1-      Estratégia de canais de publicidade, formatos e conteúdos;

2-      Estratégia e fluxo de captação e atendimento dos visitantes, com métricas e recursos necessários;

3-      Estratégia de atendimento e direcionamento interno, emissão de propostas e acompanhamento;

4-      Estratégia de convencimento, tratamento de objeções e negociações;

5-      Metas de conversões de negócios, ciclo de vendas, descontos e fechamentos;

6-      Estratégia de entrega, pós-vendas e SAC;

7-      Definição de ferramentas;

8-      Estimativa de investimento por fase e priorização;

9-      Medições de retorno de investimento;

10-   Cronograma de execução;

11-   Cronograma de treinamento da equipe;

12-   Estratégia de acompanhamento e medição;

Mediante a estas informações… Aí fica fácil! Podemos pular qualquer etapa de planejamento e ir direto para execução!

Ou seja, sabemos que planejar muitas vezes é caro, é demorado, e exige muito de todas as áreas, mas sem planejamento as vezes é melhor nem sair do lugar, afinal, a direção correta é mais importante do que a velocidade. Se a sua empresa não pode fazer tudo, então implemente pequenos ciclos de mudanças, converse com pessoas que entendam do ciclo completo e evite “pitacos” de curiosos.

O uso da Internet é coisa séria e para muitas empresas é a principal porta de entrada de negócios, portanto, coloque essa estratégia na mão de profissionais, sem experimentos ou tentativas. Lembre-se: Seja qual for o investimento em internet, se ele não trouxer retorno, então ele é caro. Não jogue seu dinheiro fora![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_btn title=”Converse com um especialista” color=”warning” align=”center” css=”.vc_custom_1501081833392{padding-top: 50px !important;}” link=”url:%2Ffale-com-um-consultor%2F||target:%20_blank”][/vc_column][/vc_row]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *